Quinta-feira, 05 Julho 2012 16:44 | João Miguel Ribeiro

Acusado de ter o corpo de Madeleine McCann enterrado no quintal, o britânico Robert Murat lamenta a “loucura e estupidez” das buscas efetuadas pelo empresário Stephen Birch, que revelou ter encontrado o cadáver na casa na Aldeia da Luz.

O britânico Robert Murat, dono do terreno onde o empresário sul-africano Stephen Birch alegou ter encontrado o corpo de Madeleine McCann, lamentou a atenção dada a “uma loucura e uma estupidez”.

Considerado um suspeito pela Polícia Judiciária durante a fase de investigação, Robert Murat defendeu-se da acusação de que teria enterrado o corpo de ‘Maddie’ no quintal da moradia, na Aldeia da Luz. “Isso não faz sentido nenhum”, sublinhou o britânico, desvalorizando qualquer achado que tenha sido realizado por Stephen Birch: “podem levar tudo para a Polícia Judiciária, que é quem deve investigar, e dar-lhe toda a informação”.



Murat foi acusado de ter enterrado Maddie no seu quintal.


RELACIONADOS
Partilhar
Esta e outras notícias no seu e-mail, todos os dias