top canal cronicas 1

A propriedade e o cultivo da terra Grécia

Segunda-feira, 10 Setembro 2012 20:20 | Joaquim Morais

A fragmentação política da Grécia bem como a sua relativa diversidade geográfica, ocasionaram diferentes estruturas económicas, sempre baseadas na actividade rural. Sómente Atenas, desde o séc V, e Corinto representam o tipo de cidades industriais e mercantis. Aristóteles diz-nos que, no séc. VII, a Ática era uma região de grande propriedade, dedicada a cereais e pastos, “ Xenofonte”, no seu precioso livro “ Económica”, consagrado à administração patrimonial, fala-nos da vida destes grandes proprietários, que cultivam as suas extensas propriedades utilizando trabalhadores agrícolas. Em muitas regiões, tomando como exemplo a Tessália ou a Macedónia, estes trabalhadores eram escravos. Em Esparta os escravos ( hilotas) pertenciam ao Estado. Mas já no séc. V Atenas se convertera em região de pequena propriedade, em resultado do seu direito sucessório, que impunha a repartição de bens entre filhos.


RELACIONADOS
Partilhar
Esta e outras notícias no seu e-mail, todos os dias