Terça-feira, 18 Setembro 2012 12:55 | Redação

Empresa norte-americana lança esta terça-feira um alerta para os milhões de utilizadores do browser, que é o mais utilizado em Portugal, à semelhança de muitos outros países.

Há uma vulnerabilidade no Internet Explorer que pode causar a perda de controlo sobre o sistema. O alerta é dado pela própria Microsoft, que lança esta terça-feira um aplicativo de proteção.


Mesmo assim, a empresa norte-americana refere que o mesmo não corrige totalmente o problema. Até ao final da semana, a criadora do Windows deve lançar nova atualização.

As versões afetadas são a 7, a 8 e a 9. A Microsoft sublinha que a versão 10 não está entre as vulneráveis.

Embora não seja uma garantia, esta vulnerabilidade pode abrir uma porta a utilizadores mal intencionados. Pelo sim pelo não, a companhia norte-americana fornece uma ligação onde pode ser descarregado o aplicativo protetor. Visite aqui.

O Internet Explorer continua a ser o navegador de Internet mais utilizado em Portugal. Dados de março deste ano revelam no entanto que o browser da Microsoft tem vindo a perder utilizadores de dia para dia. No início de 2011, a sua cota no mercado nacional era de 64 por cento. No final do ano, o IE registava já apenas 53.

O Chrome, da Goole, e o Firefox, da Mozilla, têm vindo a ganhar terreno, sendo o primeiro aquele que mais utilizadores conquistou durante 2011. Atualmente, detém uma cota de 22 por cento em Portugal. O Mozilla fica-se pelos 19.

O Internet Explorer sempre esteve envolto em grande polémica relacionada com as leis da concorrência. Até há bem pouco tempo, o browser vinha pré-instalado em todos os computadores com Windows, um facto que, na verdade, ajudou a que se tornasse o mais utilizado. Atualmente, o utilizador é convidado a escolher qual instalar, na altura do primeiro arranque do computador.


RELACIONADOS
Partilhar
Esta e outras notícias no seu e-mail, todos os dias