Sábado, 22 Setembro 2012 12:39 | António Henriques

Um estudante reagiu à austeridade, atirando uma torta à cara de Elio Di Rupo, primeiro-ministro da Bélgica. O protesto que decorreu em Bruxelas, nesta sexta-feira. O jovem estava entre a multidão que se manifestava contra as medidas de austeridade que o chefe de governo belga está a aplicar no país. Di Rupo escapou ileso desta agressão e reagiu com humor: “É bom comer a sobremesa antes do prato principal”.

Um protesto pouco original mas revelador do sentimento de revolta ocorreu na Bélgica, quando um estudante decidiu ‘disparar’ a sua fúria, como ingrediente de uma torta que foi atirada na direção de Elio Di Rupo.

O incidente ocorreu em Bruxelas. O primeiro-ministro aproximou-se dos manifestantes, enquanto se dirigia para as instalações de uma universidade local, e foi surpreendido por um dos cidadãos indignados com as políticas de cortes que Elio Di Rupo está a aplicar na Bélgica.

O manifestante conseguiu furar a barreira de segurança e atingiu o primeiro-ministro com a torta de cereja, mesmo na cara. Di Rupo não sofreu qualquer ferimento e o resultado deste ato foi apenas a cara e roupa sujas. E o bom humor do chefe de governo…

“É sempre bom comer a sobremesa antes do prato principal”, afirmou Elio Di Rupo, citado pela agência noticiosa EFE. Estas palavras foram proferidas logo a seguir, num discurso que fez precisamente na universidade.

O executivo belga tem sido criticado por uma franja de cidadãos, em virtude das medidas de austeridade que tem aplicado no país. O primeiro-ministro tem enfrentado diversas manifestações, que ocorrem nos locais para onde se desloca.

Veja as imagens:


RELACIONADOS
Partilhar