Vídeo: Mulher destrói carro à martelada em São Paulo numa cena de… ficção

Sexta-feira, 07 Dezembro 2012 13:09 | Álvaro Cerqueira

Uma mulher foi filmada por dezenas de pessoas a destruir um carro à martelada, em São Paulo, alegadamente por razões passionais, que se prendem com uma traição do dono do automóvel. De martelada em martelada, a ruiva atraente solta a sua raiva. Mas a polícia do Brasil diz que o vídeo é ficção. Veja as imagens.

A mulher ruiva surge na Alameda Vicente Pinzón, na Vila Olímpia, em São Paulo (Brasil). Bem vestida, retira da mala um martelo e começa a soltar a sua ira, perante um carro que será propriedade de um marido que a traiu.

Dezenas de pessoas assistem à cena e gravam-na, com dispositivos móveis. Ninguém toma a iniciativa de acalmar a mulher, que à martelada destrói o carro, partindo vidros e riscando a pintura.

A cena – aparentemente de vida real – é vista com gáudio pelos transeuntes, que riem e se mostram indiferentes à atitude impensada da mulher. Depois de destruir o carro, a mulher prossegue uma caminhada gloriosa rumo a um táxi, enquanto as pessoas aplaudem (por que razão?).

Muitas dezenas de pessoas viram ira do ciúme descarregada à martelada, poucas dezenas gravaram-na. O vídeo foi parar, naturalmente, ao Youtube e, também naturalmente, acabou nas redes sociais. A imagem multiplicou-se por milhões, que por certo foram enganados.

É que, de acordo com a polícia brasileira, a cena que se passa na cidade de São Paulo não é real. O vídeo da mulher revoltada pelo ciúme era ficção, mas não se conhece a produtora nem os motivos desta ação que enganou meio mundo. Veja o vídeo, um dos muitos que inundaram a Internet: