Hoje é dia



30 de maio, nasce a atriz Glória de Matos

Joana Teles   
Quinta-feira, 29 Maio 2014 23:00

gloria_de_matosNo dia 30 de maio, recorda um grande nome do teatro e do cinema, Glória de Matos, atriz que fundou a Casa da Comédia, com Fernando Amado, e que mostrou talento na companhia do Teatro Nacional D. Maria II, além de ter trabalhado com o eterno Raul Solnado e com o realizador Manoel de Oliveira.

Filha de Maria Matos, Glória de Matos nasceu em Lisboa, a 30 de maio de 1936, notabilizando-se como atriz, carreira que iniciou em 1954, com 18 anos, ao lado de Fernando Amado, com quem fundou a Casa da Comédia. Neste espaço de cultura desempenhou diversos papéis, até que em 1963 tem uma passagem pelo Reino Unido.

Com a ajuda de uma bolsa entregue pela Fundação Calouste Gulbenkian, Glória de Matos conclui o curso de teatro na Bristol Old Vic Theatre School. Três anos mais tarde, começa a trabalhar com outro grande nome da arte portuguesa: Raul Solnado.

Passou pela Companhia Portuguesa de Comediantes e em 1969 chega ao Teatro Nacional D. Maria II. Em 1972, é premiada como melhor atriz, pela sua interpretação em ‘Quem tem Medo de Virginia Woolf’, de Edward Albee. O galardão foi entregue pela Secretaria de Estado da Informação e Turismo e pela Associação Portuguesa de Críticos de Teatro.

Foi professora da Escola de Teatro do Conservatório Nacional, entre 1971 e 1975. E por esta altura da sua carreira empreende uma série de trabalhos com o realizador Manoel de Oliveira. Participou em ‘Benilde ou a Virgem Mãe’ (1974), ‘Francisca’ (1980), ‘Canibais’ (1987), ‘Vale Abraão’ (1993), ‘O Quinto Império – Ontem Como Hoje’ (2004), ‘Espelho Mágico’ (2005) e ‘Singularidades de uma Rapariga Loira’ (2009).

Glória de Matos deu formação na Universidade Aberta, onde orientou na disciplina de Expressão Oral do Curso de Mestrado em Comunicação Educacional e Multimédia. Foi também assessora da Secretaria de Estado da Cultura, membro da Alta Autoridade para a Comunicação Social, e assessora do Instituto de Artes Cénicas.

Ao longo do seu percurso nas artes, destaca-se ainda a participação no elenco da peça de Paula Vogel encenada por Fernanda Lapa, ‘A Mais Velha Profissão’, que em 2005 recebeu um Globo de Ouro para Melhor Produção, no Teatro Nacional D. Maria II. No ano seguinte, Glória de Matos recebe a Medalha de Mérito Cultural do Ministério da Cultura.

Além de Glória de Matos, nasceram a 30 de maio Renzong, imperador da China (1010), Dante Alighieri, poeta italiano (1265), Henrique IV, rei da Inglaterra (1367), Mikhail Bakunin, escritor e ativista anarquista russo (1814), Amadeu I, rei de Espanha (1845), Benno Erdmann, filósofo alemão (1851), Harry Bernstein, escritor norte-americano (1910), Aleksei Leonov, cosmonauta russo (1934), Meredith MacRae, atriz norte-americana (1944), e Bertrand Delanoë, político francês (1950).

Morreram neste dia Fernando III, rei de Leão e Castela, santo da Igreja Católica (1252), Joana D'Arc, heroína francesa da Guerra dos Cem Anos, (1431), Christopher Marlowe, dramaturgo, poeta e tradutor inglês (1593), Peter Paul Rubens, pintor flamengo (1640), e Voltaire, filósofo e poeta francês (1778).

Hoje, assinala-se o Dia de Santa Joana D'Arc, em memória desta mártir, que em 1431 foi morta numa fogueira de Ruão, na França, aos 19 anos, condenada por prática de bruxaria.

 

Última atualização: Sexta-feira, 30 Maio 2014 08:22
 

29 de maio, nasce JFK, uma das grandes personalidades do século XX

Joana Teles   
Quarta, 28 Maio 2014 23:00

jfkHoje é dia de recordar John F. Kennedy, 35.º Presidente dos EUA, que nasceu a 29 de maio de 1917. É uma das grandes personalidades do século XX, símbolo da esperança norte-americana. Recorda-se ainda Bartolomeu Dias, que morreu neste dia.

John Fitzgerald Kennedy nasceu em Brookline, a 29 de maio de 1917. Ganhou popularidade entre o povo norte-americano quando, na II Guerra Mundial, como comandante do barco PT-109, a embarcação foi atingida por um míssil japonês, no Pacífico Sul.

O barco comandado por Kennedy partiu em dois e explodiu, mas todos os tripulantes sobreviveram, nadando para uma ilha até serem resgatados. Esta façanha deu-lhe reconhecimento e abriu-lhe as portas da política.

Representou o Estado de Massachusetts, como membro da Câmara dos Deputados (entre 1947 e 1953) e, mais tarde, como senador, em 1953. A sua carreira política atingiu o topo em 1961, quando, com apenas 43 anos de idade, derrota o Republicano Richard Nixon e se torna no segundo Presidente mais jovem dos EUA – Theodore Roosevelt continua a ser o presidente norte-americano mais jovem.

Durante mandato de John F. Kennedy diversos acontecimentos se assinalam: a Invasão da Baía dos Porcos, a crise dos mísseis de Cuba, a construção do Muro de Berlim, o início da corrida espacial, a consolidação do Movimento dos Direitos Civis nos Estados Unidos e os primeiros eventos da Guerra do Vietnam.

Dois anos depois de ser eleito, Kennedy morre, assassinado, em Dallas, a 22 de novembro de 1963. O ex-fuzileiro naval Lee Harvey Oswald foi preso e acusado do assassinato, mas é morto dois dias depois, por Jack Ruby, não sendo por isso julgado.

Durante anos julgou-se que Oswald agiu sozinho, mas anos mais tarde surge a teoria de uma conspiração. As dúvidas sobre a morte de JFK continuam por esclarecer e há diversas teorias. É o momento mais marcante da história política dos EUA, pelo impacto traumático da nação.

Kennedy era visto como símbolo da esperança e é considerado atualmente como um dos melhores Presidentes norte-americanos.

Neste dia, em 1919, observam-se variações na posição de estrelas durante o eclipse solar total, o que confirma a Teoria da Relatividade de Albert Einstein. Neste dia, em 1977, Janet Guthrie torna-se na primeira mulher a conseguir a classificação para as 500 Milhas de Indianápolis.

Já a 29 de maio de 1988, tem início em Moscovo a reunião entre Reagan e Gorbachev, que estabeleceria dois acordos, sobre a notificação prévia do lançamento de mísseis intercontinentais e sobre a verificação conjunta de provas atómicas.

Nasceram neste dia Dante Alighieri, poeta italiano (1265), o Papa Pio III (1439), Carlos II, rei da Inglaterra (1630), Antoine Bussy, farmacêutico e químico francês (1794), G. K. Chesterton, escritor inglês (1874), Oswald Spengler, filósofo e historiador alemão (1880), John Fitzgerald Kennedy, presidente dos EUA (1917), e John Harsanyi, economista húngaro, Prémio Nobel da Economia (1920).

Morreram a 29 de maio Constantino XI, último imperador bizantino (1453), Bartolomeu Dias, explorador marítimo português (1500), Paul von Mauser, empresário e desenhador de armas alemão (1914), Juan Ramón Jiménez, escritor espanhol, Prémio Nobel da Literatura em 1956 (1958), Erich Honecker, ex-líder da Alemanha Oriental (1994), e Jeff Buckley, músico, cantor e compositor norte-americano (1997).

Hoje, assinala-se o Dia Mundial da Energia e o Dia Internacional dos Soldados da Paz das Nações Unidas.

Última atualização: Quinta-feira, 29 Maio 2014 16:14
 

28 de maio, golpe de estado abre caminho à implantação do Estado Novo

Joana Teles   
Terça-feira, 27 Maio 2014 23:00

carmona-salazar-craveiroCorria o ano de 1926 quando, a 28 de maio, um golpe de estado leva à queda da I República Portuguesa e abre caminho à implantação do Estado Novo. Também neste dia, em 1588, dá-se a derrota da... Armada Invencível.

Hoje é dia de recordar um facto incontornável da História de Portugal: a Revolução de 28 de Maio de 1926, que marca o início da implantação do Estado Novo.

Esta Revolução Nacional, de cariz nacionalista e antiparlamentar, provocou a queda da I República Portuguesa, que fora implantada a 5 de outubro de 1910 e que deu sempre sinais de instabilidade e progressiva degradação das instituições.

O golpe de Estado de 28 de maio abre caminho à implantação da Ditadura Militar (mais tarde denominada ‘Ditadura Nacional’) e ao Estado Novo, após a aprovação da Constituição de 1933. Este regime manteve-se no poder em Portugal até ao 25 de Abril de 1974.

A Ditadura Militar surge após um cenário de crise da República, com um aumento do sentimento de insegurança, instabilidade política, com atentados bombistas em catadupa, manifestações violência, confrontos e revolta de correntes anarco-sindicalistas.

Neste 28 de maio, assinala-se a data tradicional do eclipse previsto por Tales de Mileto, considerado por muitos a data de fundação da Filosofia ocidental, em 585 antes de Cristo.

Também neste dia, recorda-se a derrota da... Armada Invencível – composta por 130 navios e 30 mil homens – que em 1588 partiu de Lisboa rumo ao Canal da Mancha, por ordem do rei de Espanha, com o objetivo de invadir Inglaterra.

Filipe II pretendia acabar com o domínio inglês na Holanda e queria também reafirmar a hegemonia na guerra nos mares. No entanto, os ingleses travaram os intentos do monarca e obrigaram a Armada a regressar.

E nessa viagem de regresso, cerca de metade dos barcos perderam-se nos maré, no que representou a mais humilhante derrota da Coroa espanhola e, em contraponto, um reforço do domínio britânico.

Já a 28 de maio de 2008, o Nepal torna-se a mais jovem República do mundo, após 240 anos de monarquia. A assembleia constituinte decide abolir a única monarquia hinduísta do mundo, após vitória dos rebeldes maoistas nas eleições de 10 de abril do mesmo ano.

Nasceram a 28 de maio Pierre Séguier, político francês (1588), Joseph Butler, filósofo inglês (1692), Joseph-Ignace Guillotin, médico e político francês, inventor da guilhotina (1738), Sir Ian Lancaster Fleming, escritor inglês, autor dos livros de James Bond (1908), György Ligeti, compositor húngaro (1923), Frank Drake, astrónomo e astrofísico norte-americano (1930), Diogo Infante, ator e encenador português (1967) e Kylie Minogue, cantora e atriz australiana (1968).

Morreram a 28 de maio D. Afonso IV (1357), Johannes Aal, teólogo, compositor e dramaturgo suíço (1551), Leopold Mozart, compositor, professor de música e violinista, pai de Wolfgang Amadeus Mozart (1787), Anne Brontë, escritora e novelista inglesa (1849) e Eduardo VIII do Reino Unido (1972).

Última atualização: Quinta-feira, 29 Maio 2014 16:14
 

27 de maio, nasce Isadora Duncan, a dançarina que quebrou as regras

Joana Teles   
Segunda-feira, 26 Maio 2014 23:00

isadora_duncanIsadora Duncan nasceu em São Francisco, a 27 de maio de 1877. É considerada a criadora da dança moderna, que impôs o seu estilo, rompendo com as regras instituídas. Começou por criar polémica, mas a harmonia do seu ballet sobrepôs-se aos valores instituídos. Perdeu dois filhos e morreu enforcada por uma echarpe...

Esta norte-americana ousou desviar-se dos modelos. Ignorou as técnicas do ballet clássico. Impôs o seu estilo, provocou polémica criando uma dança pouco usual. Porém, acabou por ser reconhecida, sendo que se tornou pioneira da dança moderna.

Isadora Duncan inspirou-se em figuras das dançarinas nos vasos gregos e interpretava essas imagens. Recorria à improvisação, também inspirada nos movimentos gerados pela natureza, como o vento nas plantas.

Duncan dançava com pés descalços, vestida com simplicidade – a marca da sua personalidade. Dançava Chopin e Wagner, transportando o som daqueles ícones para movimentos expressivos e únicos.

Esta forma de abordar a arte – com o seu cunho – era fruto de uma personalidade forte. Isadora não se vergava às tradições. Criava. Deixou os EUA e consolidou a sua fama em Londres, onde alcança o reconhecimento profissional, que a ‘transportou’ para Paris, em 1902.

Perdeu dois filhos, que morreram afogados no rio Sena. Esta tragédia afastou-a da arte durante algum tempo. E a própria Isadora teve uma morte trágica, num acidente de carro: a sua echarpe ficou presa a uma das rodas, estrangulando-a, em Nice, a 14 de setembro de 1927.

Antes de entrar no automóvel, despediu-se dos seus colegas, afirmando: "Adeus, amigos! Vou para a glória". Eis a ironia do destino de Isadora Duncan, que foi esquecida e morreu longe das luzes da ribalta, conquistada à custa do seu talento. Esta história de vida é recordada hoje, a 27 de maio, dia em que nasceu a mulher que ousou quebrar as regras.

Neste dia, em 1703, o czar ‘Pedro, o Grande’ funda a cidade de São Petersburgo, na Rússia. Já em 1999, Slobodan Milosevic é indiciado por crimes contra a Humanidade, no Tribunal Internacional de Crimes de Guerra de Haia, na Holanda.

Além de Isadora Duncan, nasceram neste dia Manuel Teixeira Gomes, político, diplomata e escritor português (1862). Isadora Duncan, dançarina norte-americana (1877), Louis Durey, compositor francês (1888), John Cockcroft, físico britânico (1897), Vincent Price, ator norte-americano (1911), Christopher Lee, ator britânico (1922), Paul Gascoigne, ex-futebolista inglês (1967), e Ivete Sangalo, cantora brasileira (1972).

Morreram a 27 de maio o Papa João II (535), João Calvino, reformador religioso franco-suíço, fundador do calvinismo (1564), Nicolo Paganini, compositor e violinista italiano (1840), Madre Francisca Lampel, fundadora da Congregação das Irmãs Franciscanas da Imaculada Conceição (1851), e Arseny Tarkovski, poeta russo (1989).

Hoje assinala-se o Dia Mundial dos Meios de Comunicação.

Última atualização: Quinta-feira, 29 Maio 2014 16:14
 

26 de maio, nascem John Wayne e Miles Davis

Joana Teles   
Domingo, 25 Maio 2014 23:00

miles_vvayneDois grandes nomes das Artes partilham a data de nascimento. Os norte-americanos John Wayne e Miles Davis, personagens incontornáveis do cinema e da música, respetivamente, são recordados a 26 de maio.

Chamava-se Marion Michael Morrison, mas detestava o nome e assim que entrou na sétima arte, passou a ‘chamar-se’ John Wayne, nome adorado na história do cinema. Viria a consagrar-se em 1939, no papel de Ringo Kid, em ‘Stagecoach’, clássico de John Ford.

O filme de Ford e a personagem de Wayne marcariam para sempre o faroeste clássico norte-americano, daí que a ligação entre ambos tenha perdurado, com mais de duas dezenas de películas de tremendo sucesso, no país dos Óscares.

Wayne também trabalhou com o realizador Howard Hawks e deu seguimento à sua caminhada triunfal em Hollywood, com filmes como ‘Rio Vermelho’ (1948), ‘El Dorado’ (1967) e o notável ‘Onde Começa o Inferno’ (1959). John Wayne morreria a 11 de junho de 1979, com 72 anos, em Los Angeles, Califórnia.

Já Miles Davis – que nasceu em Alton, neste dia, em 1926 – foi trompetista e compositor. O norte-americano é tido como um dos mais influentes músicos do século XX e marcou um vinco no jazz, desde a II Guerra Mundial, até 1990.

Parte de um grupo de trompetistas onde se incluem nomes como Buddy Bolden, Joe Oliver, Louis Armstrong, Roy Eldridge e Dizzy Gillespie, Miles Davis não se notabilizou pela técnica, mas pelo modo como inovou, nos estilos musicais.

Miles Davis, capaz de marcar um registo minimalista na sua música, mas também de conseguir alta complexidade com o trompete, viria a morrem em Santa Monica, a 28 de setembro de 1991. Hoje recorda-se um nome eterno na música, particularmente no jazz.

Neste dia, em 1644, na Batalha do Montijo, as tropas portuguesas derrotam as espanholas. Já a 26 de maio de 1897, Bram Stoker publica ‘Drácula’, a sua maior obra literária que ganhou expressão no cinema.

Em 1963, é fundada a Organização da Unidade Africana e a 26 de maio de 1986 a União Europeia adota a bandeira europeia.

Nasceram a 26 de maio o Papa Clemente VII (1478), Alexandre S. Pushkin, escritor russo (1799), Edmond de Goncourt, escritor francês (1822), John Wayne, ator norte-americano (1907), Miles Davis, compositor e trompetista norte-americano (1926), Maria de Lourdes Martins, compositora e pianista portuguesa (1926), Stevie Nicks, cantora e compositora norte-americana (1948), Sally Ride, astronauta norte-americana (1951), Marian Gold, vocalista da banda alemã Alphaville (1954), e Lenny Kravitz, músico norte-americano (1964).

Morreram neste dia Edmundo I de Inglaterra (946), Alexander Gottlieb Baumgarten, filósofo alemão (1762), George Gilles de la Tourette, neurologista francês (1904), Martin Heidegger, filósofo alemão (1976), Nikolai Stepanovich Chernykh, astrónomo russo (2004), Édouard Michelin, engenheiro francês (2006), e Sydney Pollack, cineasta, produtor e ator norte-americano (2008).

Hoje, assinala-se em Portugal o Dia Nacional do Bombeiro.

 

Última atualização: Domingo, 25 Maio 2014 17:01
 


Página 13 de 23